Ocasionalmente designado como um simbolo anti-cristão, um personagem satânico ou mesmo um símbolo nazi, o sinal icónico de “paz e amor” não é aparentemente tão inocente para todos. Felizmente, o símbolo tem uma história clara e a sua origem não é tão controversa. O sinal de “paz e amor” moderno foi projetado por Gerald Holtom para a Campanha Britânica para o Desarmamento Nuclear em 1958. A linha vertical no centro representa a letra D e as linhas descendentes de cada lado representam a letra N.

N e D, para o desarmamento nuclear, encerrando o desenho num círculo perfeito. Holtom também descreveu o símbolo como representação do desespero, com as linhas centrais a formar um ser humano com as suas mãos a questionar tendo em pano de fundo uma Terra branca. Diz-se que Holtom originalmente considerou utilizar um cruz cristã, mas não gostou da sua associação com as Cruzadas e, posteriormente, escolheu algo que ele considerava mais universal.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By