O pasto alemão Gavel foi expulso de um programa de teino da polícia australiana por ser demasiado dócil. A “carreira” do pequeno Gavel, no entanto, teve uma reviravolta: após o sucedido, passou a viver na residência do governador de Queensland.

Até ao ano passado, Gavel participava num treino para cães realizado pelo Serviço Policial de Queensland, na Austrália. O programa dura 16 meses, mas cedo os treinadores perceberam que o animal era demasiado amigável e não apresentava os requisitos necessários para ser um cão polícia.

Desde então, o pastor alemão foi adotado pelo governador de Queensland, Paul de Jersey, e recebeu o título de Vice Cão Real de Queensland. Nas redes sociais, Jersey compartilha várias fotos do dia-a-dia de Gavel na sua residiência.

Apesar de não ter aptidões para ser um cão de guarda, o animal de estimação adora receber e brincar com os convidados do governador. “Ele passou por uma mudança de carreira e trouxe muita alegria para a vida do governador, a esposa e todo o grupo que trabalha com o governador, bem como os milhares de cidadãos de Queensland que desde então visitaram a residência”, afirmou o gabinete de Jersey à BBC News.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By