Os específicos detalhes podem mudar, assim como a sua crença ou não na existência do mesmo, mas existe um facto indiscutível quando a questão é a mitologia do Inferno: é um local muito quente.

Mas qual seria a sua temperatura? Tendo em consideração o que relata a maioria das pessoas que creem na existência de um reino onde queimam as almas dos pecadores, o Inferno deve ficar no subsulo, muito próximo do núcleo do planeta Terra.

Até hoje não foi possível medir com precisão a temperatura do núcleo da Terra, mas investigadores franceses já conseguiram realizar uma estimativa, através de experiências com o ponto de fusão do ferro. Segundo tais estudos, podemos esperar uma temperatura em torno de 5000 a 6000 ºC.

De facto, a temperatura é tão elevada que conseguiria derreter com facilidade praticamente tudo o que pode ser encontrado no planeta. Isto só não sucede porque a pressão nessa região do planeta é tão elevada que mantém a maior parte do núcleo em estado sólido.

Continuando o exercício de imaginação, outro local que poderia abrigar o Inferno e fazer jus às histórias de fogo eterno é o manto. Essa camada da Terra fica imediatamente abaixo da crosta, onde vivemos, e se estende por cerca de 3000 quilómetros. Ali, a temperatura fica um pouco mais “agradável”, chegando até aos 500ºC na zona mais fria.

Ainda assim, o local é quente o suficiente para que nem nos consigamos aproximar . Até hoje, o buraco mais profundo já cavado tem 12 quilómetros e foi feito na antiga União Soviética em 1989. As altas temperaturas são exatamente o que condiciona tais pesquisas.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By