Nos Estados Unidos da América a medicina alternativa é uma uma enorme fonte de rendimento.  Um relatório de 2016, destacou que vários americanos gastam mais de 30 biliões de dólares em terapias alternativas todos os anos e a tendência é aumentar, inclusive para o resto do mundo. Estas terapias incluem tratamentos como a homeopatia e a acupuntura bem como suplementos, yoga e meditação.

O relatório, publicado conjuntamente pelo Centro Nacional para Saúde Complementar e Integrativa (NCCIH) e o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças. descobriu que 50 milhões de americanos utilizavam algum tipo de terapia alternativa. A generalidade destas terapias são usadas por adultos, não crianças. Dos 30,2 mil milhões de dólares, cerca de 28 mil milhões de dólares foi gasto em adultos, comparados aos 1,9 mil milhões de dólares para crianças.

Os investigadores estimam que um em cada cinco americanos gastam dinheiro em pelo menos uma das terapias alternativas, o que pode incluir a práticas como o tai chi, naturoterapia, entre muitas outras.

Em geral, os gastos em remédios alternativos somaram apenas cerca de 9% das despesas de saúde. Mas, o relatório encontrou que os americanos com baixos rendimentos gastavam mais rendimento de forma proporcional do que os que possuiam elevados rendimentos. As famílias que fazem menos de 25 mil dólares por ano gastam cerca de 314 dólares por pessoa em medicina complementar e 389 dólares por pessoa em suplementos naturais. As famílias que ganham mais de 100,000 dólares por ano gastam, em média, 518 dólares por pessoa em tratamentos alternativos e 377 dólares cada em suplementos.

medicina alternativa

Cerca de 40 milhões de adultos americanos possuem dores severas em determinados anos, e gastam mais de 14 mil milhões de dólares em medicina complementar para combater patologias dolorosas como dores nas costas, pescoço e artrites”, de acordo com o NCCIH.

Contudo, outras formas de medicina alternativa, como a homeopatia, acupuntura, e alguns suplementos naturais sofreram um severo escrutínio devido à falta de provas científicas que suportassem os seus benefícios.

Apesar desta falta de informação, a indústria da medicina alternativa está continuamente a crescer nos Estados Unidos. De acordo com vários investigadores, esta aumento de consumo confirma a necessidade de estudar os benefícios da utilização daqueles produtos.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By