O Facebook é de longe a maior rede social do mundo.No final de 2015, tinham cerca de 1,59 mil milhões de utilizadores, no anterior 1.39 mil milhões, e cada vez mais está a aumentar, especialmente no mundo desenvolvido onde os smartphones estão a ficar mais baratos o que está a permitir que muitas pessoas fiquem online pela primeira vez.

Com um enorme número de contas, é inevitável que milhares de utilizadores do Facebook morram todos os dias. O número exato é desconhecido, mas se fizermos simples cálculos matemáticos baseado na proporção da população mundial que utiliza Facebook (21.5% de 7.4 mil milhões de pessoas) e no número estimado de pessoas que morrem por dia (em 2011 foi 151,600), podemos estimar que existem cerca de 32,600 utilizadores da rede social que morrem a cada dia.

Este é apenas um resultado aproximado e bruto, é claro. O número real, é bem provável que seja muito menor visto que o Facebook é composto por utilizadores mais jovens do que a média populacional, mas estes dados oferecem um retrato daquilo que é a escala deste fenómeno.

Não é descabido pensar que as contas daqueles que falecem são encerradas, mas o Facebook tem uma política que é de mantê-las abertas num formato de “santuário”, a não ser que alguém aceda à conta e a apague manualmente. Na verdade, todas as contas nesse formato irão formar, eventualmente, o maior cemitério do mundo.

Com base na condição atual do Facebook e se começar a abrandar o número de registos, o efeito de “cemitério virtual” pode chegar ao Facebook no ano de 2098, de acordo com Hachem Saddiki, investigador de matemática estatística na Universidade de Massachussets. A investigação de Saddiki foi publicada na Fusion.net, que o pediu para fazer os cálculos desse cemitério. É claro que se trata de um futuro longínquo, e até lá pode ser que haja alguma mudança. O Facebook, pode alterar a sua política relativamente aos usuários falecidos, ou talvez um nova rede social possa emergir suplatando o Facebook.

É também provável que a esperança média de vida humana continue a crescer, fazendo com que um maior número de pessoas alcancem mais idade. Mas, até lá, podemos honrar os mortos através das suas páginas de Facebook que lhes serve com um memorial

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By