Ao longo dos séculos, é muito comum que importantes obras de arte e grandes monumentos percam o seu aspeto original. Seria muito interessante saber a aparência que as antigas peças artísticas e arquitetónicas tinham quando foram construídas. É normal, por exemplo, vermos antigas estátuas brancas, sem qualquer cor nem detalhe. No entanto, o arqueólogo Vinzenz Brinkmann e a sua equipa acreditam que tais obras de arte eram muito diferentes do que são atualmente.

Através da utilização de raios X, luz infravermelha e raios ultravioleta, os investigadores conseguiram reconstruir as estruturas dos restos de pintura, recriando a cor original de várias peças. Graças aquela técnica, sabemos hoje que grandes marcos históricos da civilização grega e romanas eram muito mais coloridas do que pensávamos.

Exposta aos elementos durante os séculos como a chuva, o sol, o vento, etc., a pintura foi apagada, deixando as estátuas com o aspeto esbranquiçado que vemos hoje. Para satisfazer a nossa curiosidade, Brinkmann criou cópias de algumas obras artísticas e pintou-as com as cores que, segundo ele, eram as originais. Atualmente, a exposição viaja por alguns dos mais importantes museus mundiais.

Confira algumas reconstituições:

EstatuaGrega1

EstatuaGrega10

EstatuaGregaExtra

EstatuaGrega4

EstatuaGrega9

EstatuaGrega8

article-1305025-0ADF0C8C000005DC-126_634x318

449x625

s6

st

su

nic-3

nic-7

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By