Stephen Hawking é um dos mais consagrados cientistas do mundo. O astrofísico britânico de 74 anos já é considerado um dos principais pensadores de toda a História, não só da atualidade.

Foi, através de várias descobertas cientificamente lógicas, que Stephen Hawking, escreveu o seu nome na História da humanidade, tornando-se um fonte credível e fidedigna quanto o tópico é ciência.

De acordo com Hawking, a humanidade necessita de cogitar uma alternativa ao planeta Terra e procurar outros planetas habitáveis no sistema solar. O motivo é simples: para Hawking, os dias do planeta estão contados.

stephen-hawking-gravidade-nasa

Não creio que vivamos mais mil anos sem ter que deixar este planeta“, disse o cientista durante uma conferência realizada em Espanha.

O físico afirma que o futuro é misterioso e imprevisível, mas que, para que a raça humana não seja extinta, é necessário pensar em soluções: “A sobrevivência envolve, de forma imprescendível, a exploração do espaço”, afirmou.

Apesar da evidente dificuldade que há em explorar o espaço sideral, Stephen Hawking acredita que os humanos são capazes de encontrar soluções para o possível fim do planeta Terra. “Nós, humanos, não somos mais que coleções de partículas. Porém, estamos perto de compreender as leis que nos governam. Isso é um grande triunfo”, disse o professor.

Opinião de Hawking não é inovadora

Não é a primeira vez que Stephen Hawking falta sobre o futuro da raça humana e da necessidade de explorar o espaço para benefício próprio. Em entrevista concedida no início deste ano (2016), o cientista disse que pequenos buracos negros podem ser transformados em centrais nucleares de modo a produzir energia.

De acordo com Hawking, um buraco negro com o tamanho de uma montanha padrão deve emitir raios-x e radiação gama em 10 milhões de megawatts. Seria o suficiente para suprir a procura de energia de todo o nosso planeta.

Os humanos ainda não conseguiram observar um buraco negro no espaço, no entanto, a suposição de Stephen Hawking tem como base algumas simulações no campo teórico. O cientista acredita que, caso seja possível controlar um fenómeno do tipo em benefício próprio, a raça humana conseguiria viver fora da Terra.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By