Segundo um estudo da Universidade de Southampton, a bebida mais consumida do mundo pode mesmo diminuir as chances de um indivíduo desenvolver cirrose hepática. A doença atinge principalmente alcoólatras e portadores de hepatite C, e pode ser fatal, pois propicia falhas renais, além de formação de doenças oncológicas.

De acordo com informações publicadas no site da Universidade de Southampton, os investigadores analisaram nove estudos prévios, envolvendo 500 mil homens e mulheres. Os investigadores afirmam ter descoberto, nas análises, que as pessoas que costumavam beber dois cafés por dia tinham 44% menos chance de desenvolver a doença.

A publicação da referida Universidade não apresenta nenhuma relação de causa e efeito, ainda que diga que os investigadores acreditam que o café possua uma certa quantidade de efeitos protecionistas contra doenças no fígado. “O café parece proteger contra a cirrose. Esta, pode ser uma descoberta importante para pacientes com risco de desenvolver a doença. No entanto, ainda precisamos de testes clínicos mais robustos para investigar os benefícios e prejuízos do café, e assim os médicos poderão fazer recomendações específicas para os pacientes”, disse Oliver Kennedy, da Universidade de Southampton, de acordo com informações da Universidade.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By