Há uma crença entre os populares que diz que “a fé move montanhas”. Alterando um pouco esta frase, podemos dizer que “a internet move montanhas”.

Bem, para que o leitor possa entender a situação, tudo começou quando um geodesista e engenheiro das autoridades de mapeamento da Noruega, chamado Bjørn Geirr Harsson, iniciou uma campanha chamada “Halti como um presente centenário” por meio do Facebook. Halti é uma montanha localizada no território norueguês, mas próximo à divisa com a Finlândia, e o intuito da ação é ceder o ponto mais alto da montanha para o país vizinho.

O monumento representa o ponto do cume da montanha Halti, atualmente localizado no território norueguês

Conforme conta o site Mother Nature Network, o país cedente não perderia parte tão significativa do seu território e, em tempos conturbados da política mundial, é interessante ver uma nação comovida com tal situação. No caso, em vez de se preocupar com o que conquistar com a sua força, está a pensar no que é possível fazer por outra. Assim, a repercussão da campanha foi extremamente positiva em ambos os países e acabou por se tornar uma sensação na internet. Quase 12 mil pessoas já gostaram da página criada com o tema na rede social de Mark Zuckerberg.

Sobre a porção de território que seria anexada à Finlândia, a área é de menos de 0,015 quilômetros quadrados. Além disso, o pico da montanha Halti não está nem entre os 200 maiores da Noruega. No entanto, se a mudança ocorresse, os 1.364 metros de altitude do local em relação ao nível do mar tornar-se-iam o ponto mais alto do território finlandês. Atualmente, o lugar mais alto do país possui 1.324 metros e está localizado justamente na inclinação da montanha Halti. Ou seja, o presente seria significativo e não traria prejuízo nenhum aos noruegueses.

O mapa mostra a fronteira entre Noruega e a Finlândia e, acima, a localização do cume da montanha Halti

Apesar do clamor popular, os dois governos ainda não sinalizaram nenhuma posição oficial de apoio ou desaprovação da campanha. Caso a medida seja aprovada pelas autoridades dos dois países, o pico do monte deixaria o território norueguês e passaria para o finlandês.

Fonte: Mother Nature Network

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By