Acredite ou não, a moda dos últimos anos, as selfies, está a começar a afetar as pessoas de uma maneira nunca antes imaginável. Não estamos a dizer apenas que as selfies podem viciar, ou evoluir para um narcisismo exacerbado, e sim levar à morte.

É verdade. Algumas pessoas acabam por se expor a riscos extremos para tentar registar um momento. Não são raras as selfies que vemos por aí de pessoas penduradas em arranha-céus, a escalar montanhas, montadas em animais exóticos.

O site ‘Mashable’ trouxe à tona recentemente o número de mortes relacionadas com o ato de tirar uma própria fotografia, e, pasmem, não foram apenas duas ou três – foram 12 somente nesse ano.

Selfies

Mashable

As histórias são bizarras. Um homem, por exemplo, foi mutilado depois de tentar tirar uma fotografia durante uma corrida com bois, na Espanha – onde uma grande massa de pessoas foge dos animais no meio da rua. Um outro caso, dois rapazes da Rússia faleceram depois de uma tentativa falhada de tirar uma selfie a segurar uma granada. Como se isto não bastasse, uma mulher atirou na sua própria cabeça enquanto tirava uma selfie posando com uma arma de fogo.

Para efeito de comparação, o ‘Mashable’ realizou um infográfico (que pode ver acima) comparando as mortes relacionadas a selfies e a tubarões. O resultado é no mínimo intrigante: são 12 mortes relacionadas às fotografias e 8 aos animais.

De acordo com o ‘Mashable’, alguns parques ao redor do mundo já estão a alertar os seus visitantes a não tirar fotografias com animais, ou em locais perigosos.

Fonte: Mashable 

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By