Apesar de não ser um comportamento padrão de todos os cães, um grande número destes possui o hábito de parar em algum lugar e andar em círculos algumas vezes antes de, por fim, sentar ou deitar. Mas, por acaso já parou alguma vez para pensar de onde pode ter vindo esse costume peculiar?

Para que possamos saber a resposta, algum cão vai necessitar de aprender a falar primeiro, para contar-nos a história, mas existem algumas teorias muito interessantes e plausíveis sobre esta matéria– e que também fazem muito sentido.

Há quem sugira que este comportamento vem desde a época em que os cães ainda não eram domesticados. Esses animais andavam em bandos e dormiam ao ar livre, então, antes de se deitarem, provavelmente faziam essas “voltinhas” num determinado ponto para amassar qualquer vegetação que pudesse incomodar durante a noite. Isto também servia para espantar qualquer inseto que pudesse mordê-los e até mesmo para evitar deitar sobre uma cobra escondida no mato, por exemplo.

Poderia também ser um hábito social entre os animais, uma vez que normalmente dentro de uma matilha de cães selvagens ou de uma alcateia – já que algumas raças descendem de lobos – os animais costumam dormir num círculo. Deitando-se próximos uns aos outros, de modo a manterem-se mais seguros e aquecidos, mas como há uma hierarquia específica, o líder do bando escolhe onde quer dormir e os demais deitam-se ao redor dele.

cão

Outra ideia interessante é a de que, antes de se deitar para passar a noite, o cão farejasse o ar em todas as direções ao redor do local escolhido para garantir que não estivesse à mercê de algum predador. Todas são ótimas teorias, mas um mistério maior é descobrir o porquê de muitos cães também fazerem isso antes de fazer as suas necessidades.

Fonte: Mental Floss

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By