Terra molhada: um cheiro frequente que, normalmente remete à nossa infância, quando brincávamos na casa dos avós e corríamos para nos escondermos da chuva. Logo depois da tempestade, porém, vem aquele agradável e característico aroma da chuva. Mas como será que ele é produzido?

orvalho

Como se chama?

Os cientistas designaram-no de “petrichor”, que resulta da união das palavras gregas “petra” (pedra) e “ichor” (o líquido que flui nas veias dos deuses). Estes tentaram explicar como é que surge após a chuva, já que ela em si não tem cheiro nenhum, por se tratar basicamente de água.

Todavia, quando as gotas da chuva atingem superfícies porosas, interceptam minúsculas “bolsas de ar”, que acabam por ascender para a atmosfera – semelhante ao que acontece com as bolhas de um copo de champanhe, por exemplo. Ao estourarem, essas bolhas libertam o característico “cheiro de chuva”.

Os investigadores testaram diversas superfícies e diferentes intensidades de chuva. Dependendo da força da água e da densidade do solo, o ar fica repleto de gotículas aromáticas proveniente do chão em pouquíssimos segundos. O mesmo estudo já havia sido feito com a chuva na água, mas pela primeira vez os cientistas revelaram que se repete no solo.

chuva

Chuva

Entretanto, os investigadores descobriram algo novo com o mesmo estudo: como os aromas ascendem para a atmosfera com gotículas de chuva que atingem o solo, alguns vírus e bactérias também podem espalhar-se através dessa forma. Agora, o objetivo é entender quão perigoso pode ser para a saúde humana.

O que foi descoberto é que, a maior parte do cheiro de chuva e de terra molhada é proveniente das próprias bactérias! Algumas filamentosas desenvolvem-se no solo em condições quentes e úmidas. Ao serem “perturbadas” pela chuva, “agarram-se” a essas microbolhas que flutuam no ar e quando estouram libertam a sua fragrância.

chuva

Processo Químico

Outro detalhe importante descoberto pelos investigadores é que a chuva, apesar de ser basicamente composta de água, também possui na sua composição produtos químicos da nossa atmosfera, o que a torna um pouco ácida.

Ao atingir o solo, essa mistura química irá ganhar novos contrastes com a própria formação química do chão, libertando novos odores. Por isso nem sempre a chuva tem um cheiro que possa ser considerado agradável: quando o solo está muito seco ou quando está carregado de matéria orgânica, o seu odor pode ser mais desagradável.

chuva

Diversidade

Por fim, outra parte do cheiro é proveniente dos óleos voláteis que algumas plantas libertaram para a natureza. Estes ficam retidos nas rochas e interagem com a chuva da mesma forma explicada acima. Por isso é que por vezes consegue identificar um cheiro diferente de outra pessoa durante a mesma tempestade! Há uma infinidade de misturas que compõem esse tão característico odor.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By