Foi em julho que a sonda New Horizons atingiu um dos seus objetivos: atingir o ponto mais próximo de Plutão possível e conseguir descobrir mais sobre o planeta anão. Para descobrir a sensação de como será viajar na sonda, Clay Bavor, um trabalhador da Google, criou um vídeo que nos coloca “dentro” da New Horizons.

Em termos de comparação, Bavor colocou lado a lado a representação de como seria viajar no cockpit de um Boeing 747, de um SR-71 Blackbird e da New Horizons. O criador do vídeo usou como base as velocidades máximas consideradas para cada um dos transportes: 885 km/hora para o Boeing 747, cerca de 4.345 km/hora para o avião de reconhecimento SR-71, e 57.936 km/hora para a New Horizons.

Segundo Bavor, a velocidade a que atualmente a sonda se desloca é suficiente para ir da cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, para Nova Iorque em apenas cinco minutos – uma viagem que pode demorar cerca de seis horas de avião.

A uma distância de cerca de 4,75 mil milhões de quilómetros da Terra, a New Horizons vai agora começar a enviar os dados retirados das suas viagens para a NASA. Será preciso um ano para receber os dados armazenados ao longo dos sete anos de investigações da sonda, já que os dados precisam de mais de quatro horas para chegar à Terra.

Desde que partiu, a New Horizons já enviou algumas das melhores imagens alguma vez captadas de Plutão

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By