Segundo o site Mail Online, estão a ficar cada mais comuns os relatos de pessoas que presenciaram ratos a ascender pelos canos das suas casas de banho. Com uma rápida pesquisa na internet, você vai confirmar isso. Já passou por isso ou conhece alguém que já?

Bem, mesmo que pareça uma lenda, se lhe aconteceu ou nunca tenha ouvido falar, é útil assistir o vídeo para, pelo menos, refletir sobre o assunto. O vídeo foi disponibilizado pela National Geographic e demonstra como a situação descrita no parágrafo anterior é perfeitamente possível. Sim, se um dia se deparar com um (ou mais) ratos a sair da casa de banho acredite, porque é verdade.

Isso acontece porque os ratos possuem uma habilidade extremamente incomum para a natação. Estes conseguem nadar durante três dias seguidos e aguentar a respiração durante cerca de três minutos. Além disso, possuem uma estrutura óssea muito flexível, o que os permite atravessar buracos e lugares estreitos, muito menores que as suas dimensões, para chegar aos seus objetivos.

Com garras afiadas, os ratos são capazes de escalar qualquer superfície vertical. A conexão dos canos de esgoto das residências com os canais e àguas pluviais, local onde geralmente os roedores se estabelecem nas cidades, facilita o acesso desses animais às residências. Os encanamentos abertos são um atrativo enorme de exploração para os ratos. Durante a viagem para exploração do encanamento, o roedor consegue prender a respiração até um ponto na dobra do cano onde há uma pequena bolsa de ar. Dessa forma, se simplesmente der a descarga, o “ratinho” pode retornar para o interior do seu “trono”.

O resultado disso? Bem, pode ver como funciona com os seus próprios olhos assistindo o vídeo. Não há legendas em português, mas pode habilitar a tradução simultânea ou apenas assistir, porque “uma imagem vale mais do que mil palavras” e, neste caso, há várias imagens.

O que atrai os ratos e como se livrar do problema

É meio nojento, mas a sanita e o seu sistema de esgoto podem ser grandes fontes de comida diária, e verdadeiros paraísos, para os ratos. Nas fezes humanas há uma bela quantidade de comida não digerida pelas quais esses roedores de esgoto podem ser atraídos. Comem os excrementos humanos através de um processo conhecido como coprofagia.

Assim, os especialistas recomendam espalhar os produtos de limpeza e desinfetantes por dentro da sanita e dar a descarga por várias vezes seguidas.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By