Em 2004, um estudo revelou que homens que ejaculavam frequentemente eram menos propensos a desenvolver câncro de próstata. O grande tamanho da amostra deste estudo tornou-o muito diferente daquele conduzindo recentemente, mas infelizmente não confiável. No entanto, toda a ciência é provisória, e esta investigação é particularmente assim.

O câncro de próstata raramente surge antes dos 50 anos, e muitos dos participantes que foram questionados a cada dois anos entre 1992-2000 ainda não tinham atingido os anos do pico de perigo. Além disso, embora o estudo tenha constatado que os homens que ejaculavam com mais frequência têm um risco menor de desenvolver câncro de próstata, uma frequência mediana não oferece um benefício estatisticamente significativo em comparação com o menor grupo.

2132057-5178-rec

É evidente que este assunto pedia mais investigações e, possivelmente, um maior interação por parte dos voluntários do estudo. Portanto, a Dra. Jennifer Rider, da Universidade de Harvard, entrou em cena com um estudo de acompanhamento que prorrogou o período durante o qual a investigção foi executada a partir de 8 para 18 anos.

Dos 31.925 homens inicialmente incluídos no estudo, 3.839 já foram diagnosticados com câncro de próstata, e 384 morreram como resultado. Homens que ejaculavam mais de 21 vezes por mês eram significativamente menos propensos a desenvolver câncer de próstata do que aqueles que o faziam entre 4-7 vezes. Para aqueles que ejaculam 21 vezes por mês, o risco de câncro foi reduzido em cerca de um terço.

Com uma grande amostra revelando detalhes íntimos, Rider foi capaz de investigar a associação entre a frequência de ejaculação e uma série de outros fatores. Alguns dos resultados foram surpreendentes:

“A frequência de ejaculação não é associada com a idade, mas associa-se positivamente com o IMC, atividade física, divórcio, histórico de doenças sexualmente transmissíveis, e consumo de calorias e álcool”, disse a autora. Assim, por exemplo, o chocolate pode não ajudá-lo a perder peso, mas poderia ter outros benefícios inesperados.

O estudo foi apresentado na reunião anual da Associação Americana de Urologia, em maio.

Como já relatado anteriormente, os benefícios da saúde de satisfação sexual estendem-se muito além de um único órgão, mas com a ligação do câncro de próstata/ejaculação sendo um dos mais citados, é bom vê-lo confirmado.

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By