Caçadores de tesouros encontraram, na costa da Flórida, aquilo que talvez seja o maior achado das suas vidas: quase 1 milhão de dólares em moedas e correntes de ouro, bem como uma moeda real extremamente rara.

O tesouro estava escondido à 300 anos, submerso no oceano, até que foi trazido para a superfície no dia 17 de junho deste ano. Especificamente, o ouro estava a 305 metros de FortPierce, na Flórida, de acordo com o capitão Eric Schmitt.

Os navios que carregaram o tesouro saíram de Cuba no dia 24 de julho de 1715, diz uma publicação do LiveScience, quando a ilha ainda era da colónia espanhola. A missão era transportar as riquezas para a Espanha, que estava em guerra com a França e precisava do dinheiro para fins bélicos. No entanto, os navios nunca chegaram à Europa. Um furacão na Flórida afundou 11 das 12 embarcações que faziam parte da missão.

O navio que fez a descoberta, o ‘Aarrr Booty‘, abrigava Eric, a sua esposa, irmã e o seus pais. Todos foram contratados pela companhia Brisben para explorar as 12 embarcações perdidas.

img_999x556$2015_07_28_13_17_31_130739

O tesouro conta com 51 moedas de ouro e 12 metros de correntes. No entanto, a maior descoberta foi uma moeda real, de ouro, feita especialmente para o Rei Felipe V, da Espanha. De acordo com Schmitt (entrevistado pelo ‘LiveScience‘), esta moeda é muito mais circular que o restante, e foi feita utilizando uma técnica específica, que derramava ouro derretido num molde. Essa não era a única técnica da época, sendo que o restante das moedas apresentava deformidades por não contar com um processo cuidadoso durante o processo de forja. Acredita-se que tal moeda tenha o valor de 500 mil dólares modernos.

Agora, os caçadores esperam encontrar o restante do tesouro, que acreditam estar escondido pelas redondezas. A estimativa é de que o equivalente a 440 milhões de dólares em moedas de ouro esteja afundado na costa da Flórida. [Livescience]

 

Comentários

You need to login or register to bookmark/favorite this content.

Bookmarked By